Campanha para conscientização sobre apraxia da fala deverá ser incluída no Calendário Municipal

O Plenário da Câmara aprovou, em segunda e última votação, na manhã desta terça-feira (27), Projeto de Lei (número 2019/267) assinado pelo vereador Paulo Magalhães (DEM) que institui, em Goiânia, a Campanha Municipal de Conscientização da Apraxia de Fala na Infância (AFI). A ideia é que o evento seja realizado, anualmente, na segunda quinzena do mês de maio.

Apraxia da fala é um distúrbio neurológico que interfere nos movimentos que produzem os sons linguísticos. Trata-se de uma perturbação motora da fala que acomete crianças ou adultos. Os sintomas podem ser notados a partir dos 2 anos de idade e atinge uma ou duas a cada mil crianças. Em geral, a criança tem uma fala bastante limitada e pouco clara.

A pessoa que apresenta apraxia mantém o seu raciocínio preservado. Portanto, pensa no que quer dizer, mas não é capaz de converter o pensamento em palavras. O cérebro dá o comando para falar, mas o estímulo não é concluído. É como se a comunicação entre o cérebro e a boca estivesse comprometida.

Diferencial no tratamento

“Este projeto de lei busca conscientizar sobre a Apraxia de Fala na Infância por meio de informativos, palestras; sobre os sintomas, como é feito o diagnóstico e o tratamento adequado”, diz o vereador Paulo Magalhães ao justificar a proposta. Ele lembra que o diagnóstico da AFI é pouco conhecido no Brasil e destaca que a Associação Brasileira de Apraxia de Fala na Infância (Abrapraxia) foi fundada há pouco mais de dois anos, só então iniciando um trabalho de divulgação, formação e informação sobre o distúrbio.

“A Abrapraxia reforça a importância da conscientização sobre o tema, uma vez que o tratamento correto pode fazer a diferença no desenvolvimento intelectual, social e emocional da criança”, destaca o parlamentar goianiense.

Paulo Magalhães propõe que a Campanha de Conscientização da Apraxia de Fala na Infância seja instituída no Calendário Oficial de Eventos do Município de Goiânia na segunda quinzena de maio – dia 14, do mesmo mês, é celebrado o Dia da Conscientização da AFI em nível nacional –, sob a coordenação da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Para isso, o órgão poderá contar com a parceria do Sistema Único de Saúde (SUS) e ONGs ou Associações que trabalhem em prol de crianças com diagnóstico de apraxia. Palestras informativas, exposição de cartazes informativos, dinâmicas de grupos e outras atividades envolvendo profissionais habilitados estão previstos.

A matéria segue, agora, para o Paço, para sanção ou veto do prefeito.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor informe seu nome aqui