HGG recebe credenciamento da Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva

Unidade de Saúde do SUS passa a contar com o primeiro Centro de Ensino e Treinamento em Endoscopia de Goiás

O Hospital Estadual Alberto Rassi – HGG recebeu o credenciamento como Centro de Ensino e Treinamento de Endoscopia Digestiva (CET). O título foi recebido após a visita virtual dos membros da Comissão de Centro de Ensino e Treinamento, da Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva (Sobed), no mês de dezembro. Segundo a médica endoscopista do HGG, Daniela Milhomem, que acompanhou todo o processo, esse reconhecimento é uma conquista para Goiás e trará inúmeros benefícios aos residentes e preceptores do hospital. “O credenciamento nos permitirá estar em um seleto grupo de unidades de saúde que tem a chancela da Sobed para ensinar endocopia digestiva aos nossos residentes. Hoje, no Brasil, são apenas 44 unidades credenciadas, e o HGG passa a contar com o 1° CET da Sobed de Goiás”, ressalta.

Milhomem conta que a vontade de desenvolver um programa de ensino em endoscopia digestiva era antiga. “Iniciamos o processo em 2019. O serviço de gastroenterologia do HGG tomou a decisão colegiada de iniciar o processo para credenciar o nosso hospital como CET da Sobed, e no início de março de 2020, protocolamos essa solicitação junto à instituição”, conta. A médica explica que foi uma visita técnica, com avaliadores de três estados distintos: Paulo Bittencourt, de Minas Gerais, Cristiane Vieira, de São Paulo, e Mauro Maia, de Rio Grande do Sul. “Antes da visita encaminhamos relatório com números de acessórios, equipamentos, média de exames, configuração física dos ambientes em que realizamos a endoscopia digestiva, e, embora de forma visita virtual, nós filmamos todo o processo pelo qual o paciente passa aqui no HGG. Desta forma, foram avaliados todos protocolos do nosso hospital, todos os critérios estabelecidos pela Sobed, como fluxo de pacientes dentro da unidade, protocolos da endoscopia segura, limpeza e desinfecção dos aparelhos, função dos residentes, entre outros”, relata.

Com a aprovação do credenciamento, Daniela destaca que os alunos terão uma série de benefícios. “O primeiro deles é que alunos de CET automaticamente passam a integrar o quadro de profissionais da Sobed, com isso eles ganham status de associado trainee e não precisam pagar anuidade. Eles também passam a ter acesso a encontros científicos e conteúdos exclusivos, direcionados para alunos de CET, além de um currículo base de aulas para todos os alunos do país”. Já para o corpo docente, também são disponibilizados cursos de gestão e liderança. “Eu acredito que entre todos os benefícios, o principal deles é o reconhecimento da excelência do serviço prestado pelo HGG”, afirma.

Francelly Nascimento e Sandro Andrade, médicos residentes de endoscopia, enfatizam como o CET acrescentará aos seus currículos profissionais. “Esta é a segunda residência, que faço no HGG, a primeira foi gastroenterologia, além de uma terceira, realizada em outra unidade de saúde, e a criação do CET vem reafirmar o reconhecimento do ensino de qualidade que temos aqui”, diz Francelly. Sandro, que também está na sua terceira residência, sendo a segunda no HGG, reforça da importância da formação profissional nesta área. “Existem muitos cursos de endoscopia por aí de um fim de semana, aqui [no HGG] essa formação é feita ao longo de dois anos, em um centro de formação de excelência terapêutica, e não apenas diagnóstica, em endoscopia, colonoscopia e CPRE [colangiopancreatografia retrógrada endoscópica], no qual somos referência no Estado”, afirma.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor informe seu nome aqui