Novidade que agradou goianienses, patinetes elétricos são alvo de estudos para regulamentação

Há dois meses uma novidade tomava as ruas de Goiânia para causar uma verdadeira revolução em termos de mobilidade: os patinetes elétricos. Eles mal chegaram e já caíram na graça da maioria dos goianienses, mas também despertaram preocupação.

A novidade, funcionam por meio de aplicativo, é prática e acessível. Estações virtuais disponibilizam os patinetes em vários pontos espalhados pela cidade. Os dez primeiros minutos são gratuitos, precisarão R$ 3 para o desbloqueio e usar o primeiro minuto de uso mais R$ 0,50 por cada minuto extra.

Na era dos transportes por aplicativo em uma cidade como Goiânia onde o transporte público é ineficiente a inovação agradou, principalmente aos mais jovens. Mas, também provocou inquietação com relação aos perigos que envolvem o transporte ainda sem regulamentação na capital.

Pensando em garantir mais segurança aos usuários de patinetes, pedestres, e ao trânsito de forma geral, um estudo está sendo realizado pela Secretaria Municipal de Planejamento Urbano e Habitação para regulamentar o transporte.

O assunto ganhou a atenção do poder público, tanto que um projeto de lei que cria regras para o uso dos patinetes já foi apresentado na Câmara Municipal de Goiânia e deve ser apreciado em breve.

O projeto limita ainda que a circulação do transporte elétrico será permitida em locais com velocidade máxima de 6 km/h em áreas de circulação de pedestres, e velocidade máxima de 20 km/h em ciclovias e ciclofaixas. Cada equipamento também deverá conter indicador de velocidade, buzina e sinalização noturna. Na ausência dos itens mencionados o patinete será apreendido e retirado de circulação.

As regras propostas respeitam o que estabelece o Código Brasileiro de Trânsito e foram consideradas objetivas e eficazes sendo bem aceitas tanto por parte das empresas quanto do Poder Executivo. A tendência é que a regulamentação dos patinetes caminhe tranquilamente dando mais segurança àqueles que querem utilizar esse novo modelo de locomoção.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor informe seu nome aqui